quinta-feira, 4 de agosto de 2011

PALAVRA "FAZEDEIRA"

   NALDOVELHO
  
   Palavra “fazedeira” esta tal de poesia!
   Constrói casas sem portas e janelas,
   paredes enfeitadas por trepadeiras e eras,
   cerca ajardinada, diversos tipos de azaléias,
   um jardim cheio de rosas, orquídeas, e bromélias.

   Palavra “fazedeira” esta tal de poesia!
   Constrói caminhos que ligam a esperança à nostalgia,
   na margem esquerda uma fonte, e ali jorram fantasias,
   e na direita um bosque, frutas tenras, saborosas;
   à frente o horizonte, muita lida, muita prosa.

   Palavra “fazedeira” esta tal de poesia!
   Constrói a crença no homem que cresce noite e dia,
   dissipa nuvens cinzentas, e espanta calmarias,
   desfaz a dor que se sente, até aquelas latentes!
   Alonga olhos de sonhos, plantio de muitas sementes.

   Palavra “fazedeira” esta tal de poesia!
   Constrói o amanhecer que insiste em nos surpreender,
   apesar de todo o esforço de alguns em não merecer;
   constrói um poema que transforma o coração dessa gente,
   tomara Deus que estes versos floresçam em muitas vertentes.

7 comentários:

  1. Ando por seus caminhos admirando cada gota que cai, cada paisagem. Jardim do melhor bom gosto e arte rara. É imenso poeta, no seu jeito de poetar, seus versos encantam o olhar.
    Obrigado por me presentear com seus versos!

    Parabéns meu amigo!
    Abraços
    Marta Peres

    ResponderExcluir
  2. "Palavra fazedeira" só faz poesia quando é bem utilizada, como você o faz!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. LINDO! Sem comentários, o poema fala por si só. Grande abraço, amigo!

    ResponderExcluir
  4. Lindo, Naldo, a cada dia seus versos me encantam mais, que alegria ter te conhecido, e que Deus continue jorrando inspiração sobre você, bjs

    ResponderExcluir
  5. Word " That Makes".

    NALDOVELHO

    Word "that makes" this such of poetry!
    It builds houses without doors and windows,
    walls decorated by creepers and you were,
    made into a garden fence, several types of azaleas,
    a garden full of roses, orchids, and bromélias.

    Word "that makes" this such of poetry!
    It builds ways that tie the hope to the nostalgia,
    in the left edge a fountain, and there they gush that you daydream,
    and in the right hand a wood, tender, tasty fruits;
    to the front the horizon, great toil, much prose.

    Word "that makes" this such of poetry!
    It builds the belief in the man who grows in the night and day,
    disperse grey clouds, and it frightens that you would calm,
    it undoes the pain that if it feels, up to latent those!
    It lengthens eyes of dreams, planting of much seeds.

    Word "that makes" this such of poetry!
    It builds the dawn that insists in surprising us,
    in spite of the whole effort of someone in not being worthy;
    it builds a poem that transforms heart of these people,
    God had taken that these verses flower in many slopes.

    ResponderExcluir
  6. O que dizer além de DIVINO?
    "Palavra “fazedeira” esta tal de poesia!
    Constrói o amanhecer que insiste em nos surpreender,
    apesar de todo o esforço de alguns em não merecer;
    constrói um poema que transforma o coração dessa gente,
    tomara Deus que estes versos floresçam em muitas vertentes."
    UMA LINDA NOITE AMIGO QUERIDO NALDO. Abraços.

    ResponderExcluir