quarta-feira, 27 de julho de 2011

GENTE ENLUARADA

   NALDOVELHO

   Gente enluarada
   gosta de viajar nas funduras,
   tem mania de desentranhar coisas
   do seu e de muitos umbigos,
   e costuma ficar ruminando o silêncio
   até ter dele seus significados.

   Gente enluarada
   tem os olhos marejados pela nostalgia
   das escolhas que não foi capaz de fazer,
   da saudade que não consegue esconder
   e das madrugadas encharcadas
   de solidão e orvalho.

   Gente enluarada
   precisa conviver com as águas
   e traz nas mãos sementes de faz de conta,
   macera palavras noite e dia,
   só para poder contar histórias,
   embaraçar enredos, resgatar memórias.

   Gente enluarada
   costuma ter vida sofrida,
   mas consegue sempre sobreviver à ruína
   e de portas e janelas escancaradas
   constrói a cada dia um sonho,
   coisa mais linda de se ver.

9 comentários:

  1. Sabe uma coisa amigo!?! Gosto dessa gente enluarada. Provavelmente eu faço parte desse clã.

    ResponderExcluir
  2. Gosto, amo a lua. Mas não sou enluarada. Não rumino nostalgias. Acho que sou ensolarada.
    Mas, confesso: tenho lá minhas luas. Meus dias de enluarada. Grande abraço, grande poeta!

    ResponderExcluir
  3. Moonlit Peoples.

    Moonlit people
    do you like travelling in depths,
    have customs of eviscerate things
    his and many navels,
    and get ahold of ruminating the silence
    until you have him their meanings.


    Moonlit people
    has the teary-eyed by nostalgia
    the choices that has not been able to do,
    of longing that cannot hide
    and dawn soaked
    of loneliness and dew.


    Moonlit people
    need to coexist with the waters
    and brings in the hands of seeds, it does from count
    macerate words night and day,
    just to be able to tell stories,
    embarrass plots, rescue memories.


    Moonlit people
    usually has life suffered,
    but can always survive to ruin
    and gaping doors and Windows
    builds each day a dream,
    the most beautiful thing to behold.

    ResponderExcluir
  4. Enluarados os poetas que transmitem sua emoção!
    Belo!!!

    ResponderExcluir
  5. Tenho paixão pela lua, e, com certeza, tenho também o meu lado de "gente enluarada"! De garimpar emoções no armário do passado, de "desentranhar coisas do seu e de muitos umbigos". Lindo de viver, amigo Naldo Velho!!! Abraços

    ResponderExcluir
  6. Naldo, você é um poeta enluarado!!!

    ResponderExcluir
  7. Naldo, belíssimo Blog e lindos versos!
    Abraços,

    Reggina Moon

    ResponderExcluir
  8. Querido Poeta, coisa mais linda de se ler!

    Beijo.

    ResponderExcluir