terça-feira, 4 de outubro de 2011

CUIDADOSAMENTE! (ARQUIVO)

   NALDOVELHO

   Cuidadosamente
   permito à sua boca
   sorver-me em essência,
   até que por puro carinho
   eu venha desfalecer de prazer.

   Coisa ardida é o céu da sua boca.
   Coisa louca é sentir-me
   presa fácil em seus dentes,
   sugado assim, afluente,
   de um rio que jorra ejaculado
   sem que eu possa impedir.

   Mais um pouco
   e também com cuidado,
   busco explorar seus muitos atalhos
   e me entrego aos seus grandes lábios,
   lenta e compassadamente,
   até poder sorver o néctar do seu orgasmo.

   Cuidadosamente!

6 comentários:

  1. Parabéns pelo Blog amigo, muito legal. Depois veja o blog escritosobreascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Esplendido! Sensualíssimo.... Parabéns poeta amigo, ABRS

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, poeta, pela inspiração poética tão sensualmente escrita. Um grande abraço

    ResponderExcluir