sábado, 7 de dezembro de 2013

SE EU QUISESSE TER SIDO UM SANTO - POEMAS DE LUZ E SOMBRAS

   NALDOVELHO

   Se eu quisesse ter sido um santo,
   teria rezado mil novenas,
   jejuado dias e noites,
   caminhado debaixo de açoite,
   seria isento de pecados,
   não teria blasfemado tanto,
   teria nascido com asas
   e saberia a hora certa
   de semear e de colher.

   Se eu quisesse ter sido um santo,
   não precisaria morrer mil vezes,
   saberia palavras de anjo,
   conheceria os segredos das águas,
   seria íntimo das pedras,
   construiria caminhos de sonho,
   não viveria soterrado em escombros,
   pois de naufrágio em naufrágio,
   virei um mestre na arte de me perder.

   Se eu quisesse ter sido um santo,
   sentaria com Deus em Sua mesa,
   teria na fé o amparo e a certeza,
   não teria nascido homem,
   tão pouco seria um poeta
   que adora se equilibrar no meio fio,
   que não raro tropeça e cai,
   e aí, pragueja contra o Pai,
   mas no fundo sabe que fez por merecer.

   Se eu quisesse ter sido um santo,
   não saberia como fazer!

3 comentários:

  1. Eu tb não...
    Adorei!!!
    Uly

    ResponderExcluir
  2. Parabéns poeta, é maravilhosooooooo

    ResponderExcluir
  3. Muito bom!1 acredito que todos nós não saberiam.
    Beijos!!

    ResponderExcluir